• OFDP

O Fundo do Poço


Será que, sem nos darmos conta, nos adaptamos a um modo de vida que nos torna selvagens?⁣

𝗣𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗲: É essa a questão colocada pelo filme O Poço, lançado pelo Netflix em meio à quarentena do COVID-19. O timing não é secundário nesse lançamento. O filme descreve uma sociedade experimental confinada, separada por níveis que se diferenciam pela prioridade em comer de uma mesma mesa. Os primeiros comem primeiro, os últimos não comem, porque não sobra, os primeiros comem tudo. Nesse contexto, rapidamente qualquer um se bestializa.⁣

𝗣𝗮𝘀𝘀𝗮𝗱𝗼: Em 1989, o finado Robin Willians ensinava à Sociedade Dos Poetas Mortos a máxima que sempre reaparece em fins de eras: “Carpe Diem”, aproveite ao máximo, pois só se vive uma vez. Esse amor pelo prazer costuma aparecer quando há excesso de recursos. Essa abundância, por sua vez, costuma aparecer em sociedades profundamente desiguais e há algumas gerações distante de uma moral civilizatória, ou seja, em declínios de impérios. Como a história é escrita a partir dos poderosos, não vemos a cena toda. Mas, sempre que há abundância de um lado da mesa, há profunda escassez do outro. ⁣


𝗙𝘂𝘁𝘂𝗿𝗼: As desigualdades de ontem foram o solo das revoluções e as revoluções têm um balanço bastante duvidoso. As desigualdades de hoje têm sido disfarçadas em uma sociedade muito mais complexa. Há muito mais explicações para justificar a desigualdade. (Estaríamos vivendo o fim de um império?) Há, também, muito mais propostas de mudança. Mas, a questão é se é possível termos nos bestializado sem perceber. Afinal, o que você estaria disposto a fazer para manter seu padrão de vida? ⁣

𝗣𝗿𝗼𝗽𝗼𝘀𝘁𝗮: Então, é preciso perceber que cada decisão de consumo implica num modelo civilizatório. Cada decisão de emprego, de venda de mão de obra, implica num modelo civilizatório. Estamos sempre empurrando o barco em uma direção e é preciso estar ciente da direção que queremos. Por qual tipo de sociedade eu me sacrificaria? Por qual tipo de humanidade? Minha força, minha mente, meu coração, minha alma, eu investirei em qual projeto de mundo? Nossa proposta é o Governo de Deus.⁣


#ofuturodopresente #ofdp @guilherme_ribe

©2019 by futurodopresente. Proudly created with Wix.com